por Karoline Maia
Em junho de 2016 a Virgínia Rodrigues, 44 anos, resolveu se arriscar profissionalmente depois de fazer um curso para microempreendedoras em uma ONG no seu bairro, que fica em Poá, na Grande São Paulo.
A partir dessa nova experiência, nasceu a Vivi Salgados e a cozinha da casa passou a também ser usada como o espaço principal para seu novo objetivo. Ela conta que sempre teve prazer em cozinhar e viu neste negócio uma possibilidade de ajudar a gerar renda para a sua família.

Virginia, empreendedora de Poá, região metropolitana de São Paulo.

Virginia Rodrigues, empreendedora de Poá, região metropolitana de São Paulo.


Porém, por uma questão de doença, Virgínia precisou interromper a produção de seu salgados em novembro de 2016, o que impactou diretamente a continuidade do seu negócio, já que, sem produzir, ela também ficou sem material e recursos para continuar com a venda dos salgados.
“Tudo que eu penso é voltar a trabalhar porque eu sou o alicerce da casa. Eles dependem de mim, eu tenho que continuar a vida”, conta. Em sua casa mora ela, seus dois filhos e seus três netos.
Para conseguir continuar com seu negócio, uma vaquinha está sendo realizada na internet. A meta da campanha é atingir o valor de R$1.840,00. Esta quantia vai ajudar Virgínia a voltar a produzir e vender seus salgados, que são vendidos por meio de encomendas e também pelas ruas do seu bairro.

“Pra mim é muito importante a vaquinha porque eu não tô em condições de comprar os materiais; necessito dos materiais para voltar a trabalhar”.
Para além de planejar o futuro da Vivi Salgados, fazendo o negócio crescer e empregando outras pessoa, Virgínia também sonha em cursar o ensino superior e o curso escolhido por ela é direito.
“Tenho o plano de expandir, de ter uma fábrica de salgados. Também quero fazer minha faculdade, que é o sonho da minha vida, uma faculdade de Direito”, finaliza.
Para colaborar para que a Vivi Salgados continue trabalhando acesse este link, a campanha estará disponível até dia 31 de janeiro: Vaquinha Vivi Salgados.
karol maiaKaroline Maia, 22 anos, moradora do Jardim Helena na zona leste, é produtora da web-série  Nossa História Invisível, e está organizando a campanha.