Em comemoração pelo mês da mulher, no sábado, 12 de março, a primeira edição de 2016 do Sarau Proibido, na Vila Ré, zona leste de São Paulo, prestou uma homenagem à escritora Carolina Maria de Jesus.
O Sarau Proibido é organizado pelo Coletivo Cultural Sankofa e um de seus objetivos principais é discutir a questão dos corpos, liberdade, direitos e sexualidade.
Para homenagear a escritora, uma instalação reproduzindo o seu “Quarto de Despejo” estava disposta no espaço cultural da Sociedade Amigos de Vila Ré, incluindo um mural com fotos da campanha #Carolinasdanossavida, que o coletivo realizou nas redes sociais e também o trabalho da fotógrada Elaine Xavier.
20160312_203613
Durantes as apresentações do sarau aconteceu, ainda, a encenação da poeta Tula Pilar sobre a história de vida de Carolina Maria mesclada com sua própria trajetória.
Leia mais: Mulheres criam campanha contra machismo na cena cultural periférica
20160312_214929
Segundo Sissa de Oliveira, uma das integrantes do Coletivo, “o Sarau Proibido representa um espaço de resistência e poetização, principalmente para nós mulheres que precisamos ocupar esses espaços de fala e expressão. É um convite para nós mulherada ganhar a voz e a vez para protagonizarmos nossa contra o machismo de cada dia”, conta.

Sobre a autora:

Lívia Lima

Jornalista, mestre em Estudos Culturais e moradora de Artur Alvim, zona leste de São Paulo.