No mês da Consciência Negra, a Comunidade Cultural Quilombaque inicia o ciclo de debates “Cartas para minha filha”, que vai de 3 de novembro a 8 de dezembro, na sede da comunidade, em Perus (região noroeste de São Paulo). Os eventos serão sempre às 19h. Confira abaixo a programação completa.
Com foco na mulher negra, os encontros irão falar sobre o protagonismo feminino nas artes circences, cultura oral afro-brasileira, estereótipos na sociedade e os impactos do machismo na educação.
Nesta quinta-feira (3), às 19h, acontece a exibição do documentário “Minha avó era palhaço” (de Mariana Gabriel e Roberto Salin), que conta a trajetória artística de Maria Eliza, a primeira palhaça negra do Brasil, que iniciou sua carreira no início da década de 40.
Conhecida como uma das grandes atrações do Circo Guarany, Maria Eliza se intitulava como um palhaço homem – Palhaço Xamego – já que as mulheres não podiam ser artistas de circo na época. O filme será seguido de uma roda de conversa com a filha e neta da artista. (confirme presença no evento no Facebook).

palhacaxamego1

Palhaço Xamego, primeira palhaça negra brasileira | Divulgação


No dia 16 de novembro, a importância da oralidade das culturas tradicionais afro-brasileiras será tema do segundo encontro, com a presença de Girlei Miranda (Ilu Obá de Mim) e Salloma Salomão. As formas como a sociedade estereotipa a mulher preta também serão discutidas no dia 1 de dezembro, com Flávia Rosa, da Cia Capulanas, e Elizandra Souza, do Mjiba.
O ciclo será encerrado no dia 8 de dezembro, com um debate sobre os impactos da cultura machista na educação, com Ana Koteban e Fernanda Azevedo, da Cia Kiwi. O ciclo de debates é uma realização da Trupe Liuds (que integra a Comunidade Cultural Quilombaque), que está em cartaz com o espetáculo “Mjiba – a boneca guerreira”.
Anota aí!
O quê? Ciclo de Debates “Cartas para minha filha”
Quando? de 3 de novembro a 8 de dezembro
Horário? Sempre às 19h
Onde: Comunidade Cultural Quilombaque, na Travessa Cambaratiba, 5, ao lado da estação de trem de Perus (Linha 7- Rubi)
Mais informações: https://www.facebook.com/trupeliuds/
A programação é completamente gratuita.