No fim de 2020 a plataforma de streaming Globoplay realizou o lançamento da minissérie 40m². A produção audiovisual apresenta um retrato da vida durante a pandemia feito por quem mora nos bairros extremos de São Paulo a partir de duzentos curtas metragens unidos em quatro episódios temáticos.

No episódio 19 do Conversa de Portão, Lívia Lima convidou Jéssica Queiroz e Samya Carvalho, mulheres negras e periféricas que fizeram parte da curadoria, direção, roteiro e edição da série.

Jéssica Queiroz  é técnica em edição audiovisual pelo Instituto Criar, e direção cinematográfica na Academia Internacional de Cinema. Dirigiu o documentário “Vidas de Carolina” (2014), “Número e Série” (2015) e Peripatético (2017) que levou prêmio de melhor roteiro e prêmio especial do júri no Festival de Brasília. Foi Shadow de direção na quarta temporada de 3% da Netflix e está em produção da sua primeira série de ficção como diretora, Fim de Comédia, com lançamento previsto pro segundo semestre de 2021 no CineBrasil TV. 

Samya Carvalho é bacharel em Audiovisual e montadora de vídeo com experiência em múltiplas linguagens audiovisuais. Atualmente, freelancer à frente de seus conteúdos em frente e atrás das câmeras.

As profisionais contaram como foi o processo de produção, que reuniu mais de 200 participantes que enviaram seus vídeos para o edital “Curta em casa”, promovido pelo Instituto Criar de Cinema.

Segundo Jéssica Queiroz, o nome 40m² se refere à metragem da maioria dos apartamentos de condomínios de moradia popular. “Tem muito estúdio caro de 40m² mas que vai morar só uma pessoa. Quero ver morar 4, 6 pessoas. A questão é essa”.

Dividida em 4 episódios, a série apresenta reflexões sobre o cotidiano dos moradores das periferias durante o período de isolamento e distanciamento social provocado pela pandemia do novo Coronavírus e aborda questões sociais, raciais e de gênero.

O conversa de portão é um podcast produzido pelo Nós, mulheres da periferia em parceria com UOL Plural, com produção de Carol Moreno, direção musical de Sabrina Teixeira Novaes, trilha sonora e edição de som por Sabrina e Camila Borges.

Temas: