Vítima de fraude ficou 2 meses sem auxílio na pandemia

Auxiliar de limpeza, Ieda Bezerra, 55, se viu de mãos atadas quando descobriu, em junho, que alguém havia sacado o auxílio emergencial em seu lugar. Mesmo assim, Caixa Econômica não considerou o caso como fraude.