Fim de semana chegando e, para quem tem uma companhia, o sábado, 12 de junho – Dia dos Namorados – pode ser uma oportunidade para celebrar que toda forma de amor vale a pena.

Nas Dicas da Semana, Nós apresentamos uma seleção de sugestões de eventos para curtir a dois, a duas, a três (por que não?) e até mesmo para quem está sozinha, afinal nada como arte e cultura para agradar o amor próprio, não é mesmo? Se liga!

Passa bola

O músico Thiago Malakai lança, na sexta-feira, 11 de junho, o clipe “Passa Bola” com participação da poeta Mel Duarte.  A música fala, essencialmente, sobre afetividade e de como a arte, as vivências e a ancestralidade conectam as pessoas negras e também reforça a importância de corpos pretos se amarem e se reconhecerem em suas potências.

A escolha da data para lançamento da música – véspera do Dia dos Namorados – se dá, justamente, para propor a reflexão sobre a urgência do amor do afeto. Roteirizado por Malakai e produzido pelo próprio músico e Igor Almeida, o clipe traz uma atmosfera de zelo e conexão entre duas pessoas e o encantamento que as elas sentem ao se conectarem, evidenciando sensações até então  adormecidas.

A música é um R&Blues com influências do soul, afrobeat e do reggae, ritmo que o músico da zona norte de São Paulo se identifica bastante. Assista ao clipe no canal do artista no Youtube

Leve Love

Na sexta-feira, 11 de junho, às 20h, também rola uma live do casal de músicos Anelis Assumção e Curumin, que celebra o amor nos tempos de pandemia. As apresentações acontecem simultaneamente no Youtube dos dois.

Contribuindo com a live, você também ajuda o Sopão das Manas, coletivo de mulheres voltado a ações sociais e distribuição de alimentos em São Paulo desde o início da pandemia de 2020.

Antes que eu me esqueça

Está em fase de pré-venda a publicação “Antes que eu me esqueça – 50 autoras lésbicas e bissexuais hoje”, da Quintal Edições. Com curadoria de Gabriela Soutello, a antologia reúne poemas e contos de autoras de todo o Brasil, relatando memórias e vivências de amor entre mulheres.

O lançamento do livro acontece no dia 28 de junho – Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+., mas em pré-venda, é possível comprar com 10% de desconto. Uma boa sugestão de presente, né? A compra pode ser feita no site da editora.

Amor ilegal

Durante a semana do Dia dos Namorados a Fundação Bienal de São Paulo divulga em suas redes sociais o trabalho “Onde o amor é ilegal (Where love is illegal)” do fotógrafo neozelandês Robin Hammond, que analisa a intolerância enfrentada por pessoas LGBTQI + em muitos países. O trabalho completo do profissional está disponível em sua página em inglês no Instagram.

Amor ilegal.

Crédito: Robin Hammond

 

…bônus

A recém inaugurada Casa Sueli Carneiro está oferecendo 30 bolsas de estudos para participar do “Ciclo de Conferências sobre Epistemologias Negras”. O curso de extensão contará com conferências da própria Sueli Carneiro, Conceição Evaristo, dentre outros.

Interessadas podem enviar um vídeo de até 3 minutos, explicando porque desejam participar do ciclo, além de um currículo atualizado. As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de junho de 2021.

Leia mais: 

Amor preto: o impacto do genocídio negro nas histórias de amor

 

Nós, mulheres da periferia está com uma campanha de financiamento recorrente no Catarse. Apoie o jornalismo independente feito por mulheres, apoie o Nós. Acesse catarse.me/nosmulheresdaperiferia para nos apoiar.

 

Temas:

Sobre a autora:

Lívia Lima

Jornalista, mestre em Estudos Culturais e moradora de Artur Alvim, zona leste de São Paulo.