Com mais de sete anos de existência, o site jornalístico Nós, mulheres da periferia apresenta nesta sexta-feira (30) seu novo posicionamento, o que inclui uma nova identidade visual, novas editorias, e um novo jeito de falar sobre o Brasil e o mundo pelo olhar das mulheres negras e periféricas.

O bate-papo ao vivo acontece simultaneamente no Youtube, Instagram e Facebook do Nós e contará com a participação da comentarista, jornalista e colunista Flávia de Oliveira e das jornalistas e cofundadoras da organização Jéssica Moreira e Semayat Oliveira.

“O Nós é um site jornalístico dedicado a repercutir a opinião e a história de mulheres negras e periféricas. Nosso compromisso é oferecer um outro jeito de ver os acontecimentos no Brasil e no mundo e contribuir para a construção de uma sociedade plural, antirracista e não patriarcal”, aponta o novo manifesto da organização.

Um jeito de ver o mundo

A live integra a nova série de bate-papos do Nós, mulheres da periferia intitulada “Conversa de Quintal”, em referência aos quintais nas periferias, onde as mulheres conversam sobre vários assuntos de maneira próxima e acolhedora.

Na primeira temporada do Conversa de Quintal, com seis lives de julho a dezembro, o Nós mostra seu jeito de fazer jornalismo e convida diferentes profissionais da comunicação que estão inventando um novo jeito de narrar as mais diversas histórias de mulheres negras e periféricas.

Com isso, espera-se transmitir o conhecimento adquirido ao longo dos sete anos de trajetória do grupo e também fomentar o surgimento de outros veículos de mídia liderados por mulheres na comunicação brasileira, assim como ampliar a diversidade de vozes nas narrativas contadas.

Segundo o Global Media Monitoring Project de 2021, projeto que analisa a presença das mulheres na Imprensa em todo o mundo, no Brasil, repórteres e apresentadoras são 50% e 46%, respectivamente, das profissionais nas redações. Em todo o mundo, as mulheres representam apenas 25% das pessoas retratadas nas notícias.

O que encontrar de novo no Nós

Após sete anos desde seu lançamento, o Nós entendeu a importância de atualizar seu jeito de fazer jornalismo, ampliando o diálogo com outras periferias além de São Paulo, fortalecendo uma comunidade de leitoras também em outros estados.

As histórias das mulheres estão no coração do projeto jornalístico do grupo, sendo este nosso principal ponto de partida para qualquer conteúdo. Acompanhando as histórias, todos os conteúdos trazem também o contexto no qual as entrevistadas estão inseridas, com informação e apresentação de dados de forma didática e de fácil compreensão — um jornalismo informativo, reflexivo e pautado em uma narração que gera identificação em quem lê.

Nova identidade – com cores mais quentes e vibrantes, a nova identidade busca trazer a intensidade e a mistura das periferias do mundo. Nas formas circulares, a nova marca fala sobre os encontros e os movimentos desses corpos, que do passado constroem futuros, em ciclos intermináveis, e, ao mesmo tempo, as formas delimitam e marcam um lugar de fala, um ponto de onde se vê o mundo.

Novas editorias – para encontrar e ler esse jeito do Nós de ver o mundo, o site vai contar com um novo menu principal que organiza o conteúdo em novas editorias: Histórias, Análise, Contexto e Comportamento.

Histórias: as trajetórias de mulheres negras e periféricas sempre foram e irão continuar sendo o coração do jornalismo feito pelo Nós, com destaque para as biografias, que são perfis em profundidade sobre essas histórias. Compõe ainda essa editoria a coluna aberta “Nossas Vozes” para relatos pessoais das leitoras.

Análise: para aprofundar em alguns temas, o Nós possui entrevistas e também colunas, mostrando que podemos trazer reflexões sobre os mais diversos assuntos. Em julho, convidamos colunistas que realizam análises a partir de seus territórios e experiências: a fotógrafa e economista Marcela Bonfim, de Rondônia; a jornalista Lana Santos, do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro; a jornalista Sâmia Gabriela Teixeira, de São Paulo, especializada em questões internacionais.

Contexto: Dentro de Contexto, serão publicadas as reportagens temáticas além da coluna “Na Boca do Povo”, que explica como os assuntos mais quentes do país impactam a vida das mulheres periféricas. E também o podcast “Conversa de Portão”. Criado em setembro de 2020, em menos de 3 meses, ficou entre os 20 melhores lançamentos de 2020 segundo o Spotify, e tratou de temas importantes à população, como a CPI da Covid-19, Insegurança Alimentar, Educação, Feminismos etc.

Comportamento: em comportamento, teremos as previsões da Bruxa Preta, entrevistas e reportagens sobre saúde, estética e lazer, assim como a coluna “Dicas da Semana”, com a programação cultural que vem das bordas.

Apoie: No dia 7 de abril deste ano, Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, lançamos a a campanha de financiamento recorrente no Catarse #ApoieONós. Contamos com newsletters semanais e mensais, assim como um grupo no whatsapp para assinantes para sugestões de pauta. Se você também acredita no jornalismo feito por e para as mulheres, apoie também.

Sobre o Nós O Nós, mulheres da periferia é um site jornalístico dedicado a repercutir a opinião e a história de mulheres negras e periféricas. Nosso compromisso é oferecer um outro jeito de ver os acontecimentos no Brasil e no mundo e contribuir para a construção de uma sociedade plural, antirracista e não patricarcal. Nesses sete anos, criamos uma grande rede nas periferias de São Paulo e já contamos mais de mil histórias envolvendo as mulheres. Em 2015, a partir de oficinas de comunicação destinadas a mais de 100 mulheres entre 17 e 92 anos, chegamos onde as outras mídias ainda não chegavam, incidindo sobre a importância da diversidade no jornalismo. Realizamos uma exposição multimídia que recebeu a visita de mais de 500 mulheres e também produzimos o documentário Nós, Carolinas que foi exibido em centenas de escolas, unidades básicas de saúde e centros comunitários ligados às mulheres. A organização foi agraciada, em 2016, pelos prêmios de comunicação antirracista Almerinda Farias Gama e Antonieta de Barros, além de ocupar o 2º lugar do Troféu Mulher Imprensa em 2017. Em 2020, o Conversa de Portão foi listado como um dos 20 melhores lançamentos do ano pelo Spotify.

Serviço
Lançamento do novo posicionamento do Nós
Com participação da jornalista Flávia Oliveira
Quando: 30/7
Que horas? Das 17h às 18h
Online e gratuito no Facebook, Instagram e Youtube do Nós simultaneamente

Lançamento do novo posicionamento do Nós

Sex 30/07/2021 às 17:00

Redes Sociais

Mais informações: https://www.instagram.com/nosmulheresdaperiferia/

As informações acima são de responsabilidade do organizador do evento e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.