“Você conhece Dona Carolina?”. A indagação é uma das frases que abre o documentário Nós, Carolinas, produzido por Nós, mulheres da periferia e que será exibido nesta quinta-feira, 4/5, às 19h, na Ladeira da Memória, Anhangabaú (centro de São Paulo).
Esta exibição é parte integrante da programação da ocupação Praça Aberta – Casa de Todos, que desde o fim de abril vem realizando atividades educativas e culturais no espaço. A ideia principal do grupo é ocupar o terreno, tornado-o uma grande praça de lazer e convívio da vizinhança. Sujo e fechado à população, o espaço foi completamente abandonado pelo Metrô, porém, na madrugada de 27 (quinta-feira) para 28 (sexta-feira), a Frente de Luta por Moradia e outros coletivos parceiros denunciaram o não cumprimento da função social do terreno e do poder público.
Após a exibição, acontece debate com uma das co-diretoras do curta, a jornalista e integrante do coletivo Nós, mulheres da periferia, Jéssica Moreira, que irá falar sobre o processo de criação do filme, a partir de uma perspectiva de gênero, classe, raça e território.
Dona Carolina Augusta de Oliveira  / crédito: Vinicius Bopprê
Sobre o Nós, Carolinas
Este é o primeiro documentário realizado pelo grupo e apresenta vivências de mulheres moradoras de quatro regiões diferentes da capital paulista. Durante a exibição do vídeo, o público transita entre bairros e experiências de vidas relatadas em primeira pessoa.
Racismo, solidão, maternidade e a busca da autoestima são alguns dos temas levantados sobre as condições de ser mulher, negra e periférica. As entrevistadas, que têm entre 17 e 93 anos, embora possuam trajetórias diferentes, estão conectadas por elementos cotidianos, como os impactos do machismo e desigualdades raciais e sociais ainda presentes no Brasil.
Serviço
Exibição do Filme “Nós, Carolinas” seguida de debate com os Coletivos Nós, Mulheres da Periferia (confirmado); Marcha Mundial das Mulheres (confirmado) e Marcha das Mulheres Negras (a confirmar).
Local: Ocupação Praça Aberta- Casa do Povo
Data: 4/5 (quinta-feira)
Horário: às 19h
Local: Ladeira da Memória, próximo ao metrô Anhangabaú, da Linha 3-Vermelha.
Para mais informações, acesse a página da ocupação no Facebook