Elas percorrerão vias consideradas inseguras e escuras da região com lanternas nas mãos
Iluminacao_heliopolis
Nesta quarta-feira (10), a partir das 18h, acontecerá um “lanternaço” nas ruas de Heliópolis, bairro periférico na zona sul da capital paulista. O objetivo da ação é denunciar as falhas que ocorrem na iluminação pública da região.
O “lanternaço” faz parte da campanha Cidade Segura para as Mulheres, promovida pela organização ActionAid, em parceria com a UNAS Heliópolis. A iniciativa busca chamar atenção para a necessidade do combate à violência de gênero  e reivindica melhorias nos serviços públicos.
O ponto de partida do ato será a Rua Flor do Pinhal, perto do Centro da Criança e do Adolescente unidade Lagoa. Está prevista a participação de cerca de 100 mulheres que, ao final da passeata,  entregarão um documento com suas reivindicações ao  subprefeito do Ipiranga, Alcides Gaspareto, e ao departamento de iluminação pública do município.
A escuridão de Heliópolis em números:
52% das mulheres residem em ruas com iluminação deficiente;
64% disseram que fazem desvios no caminho para evitarem trechos mal iluminados;
100%  afirmaram que a iluminação aumenta a segurança;
54% responderam que a falta de qualidade dos serviços públicos faz crescer o número de casos de estupro, assédio e assalto.
De acordo com a Segurança Pública de São Paulo, de janeiro a julho deste ano, foram registrados 5.878 casos de estupro no estado, em uma média de 33 ocorrências diárias.