“Foi tudo muito rápido e inesperado, ela descobriu que estava doente no mês de maio. Ninguém imaginava uma situação dessas”, relata a jornalista Thais Siqueira, 30, sobre a morte da colega de profissão Tatiana Ivanovici, 36, ocorrida em 10 de junho.
Tatiana, vítima de um câncer no pâncreas, criou em 2010 o portal“DoLadoDeCá”, um dos primeiros veículos de comunicação especializado em conteúdo sobre a periferia. Empreendedora e agitadora cultural, a jornalista promovia grupos e negócios de moradores da periferia.
“A Tati sempre foi pioneira em perceber e dar visibilidade para o que está acontecendo no celeiro da cultura periférica. Uma pessoa visionária, olhava pra alguém e reconhecia o potencial de cada um lá na frente”, afirma Thais, que agora administra o site DoLadoDeCá, com ajuda de outros profissionais e articuladores da Rede.

Tati_Site-620x413

Tatiana Ivanovich criou a rede DoLadoDeCá em 2010 (Divulgação)


 
Moradora do Jardim Ângela, na zona sul de São Paulo, Thais produzia conteúdo para o blog “Desenrola e não me enrola”, projeto que realiza oficinas de jornalismo nos bairros periféricos, quando foi convidada a fazer parte da rede de colaboradores de Ivanovici.
“Assumir agora a responsabilidade é questão de honra e lealdade. A Tati me ajudou pessoal e profissionalmente, fui sua aprendiz e me orgulho profundamente disso. Quando entrei no DoLadoDeCá achei que tivesse uma chefe, com o passar do tempo descobri que tinha ganhado também uma grande amiga”.
Além do site jornalístico, Tatiana Ivanovici, nascida em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, desenvolveu projetos voltados ao desenvolvimento de marcas e divulgação de projetos e coletivos das periferias na mídia, além do Festival DoLadoDeCá de futebol de várzea.
Thais pretende manter viva a memória da jornalista e a importância de seu legado. Para comemorar os cinco anos da rede, e seguindo o desejo da Tati, em agosto será lançado o novo site.
ThaiseTati-620x377

Thais (a direita) junto a Tatiana. Projeto terá um novo site


 
“O site foi desenvolvido por ela com o olhar e conhecimento de dentro pra fora, do povo para o povo, e continuaremos juntos nessa luta de comprometimento em destacar e dar a voz para os coletivos, articuladores e artistas da periferia de todo o Brasil”, reforça Thais. “Este é o legado dela, empoderar e dar visibilidade para as pessoas, sempre respeitando o próximo”.
Thais ainda destaca que os colaborados da Rede continuarão os projetos de Ivanovici inspirados em uma frase que a jornalista sempre dizia: “Compartilhamos sentimentos nobres, trabalhamos pelo progresso de todos nós e beneficiamos o maior número de pessoas possível”.
Matéria foi publicada originalmente no Blog Mural e escrito por Lívia Lima, 28, correspondente de Artur Alvim e integrante do Nós, mulheres da periferia.

Sobre a autora:

Lívia Lima

Jornalista, mestre em Estudos Culturais e moradora de Artur Alvim, zona leste de São Paulo.