Literatura, cinema, música. Qual é a linguagem que você mais curte?

Nesta edição de Dicas da Semana, apresentamos diferentes atrações que vão rolar neste fim de semana, desde sarau, show, festivais e filmes periféricos para curtir em casa ou presencialmente.

Aproveite!

Visões Periféricas

 

Filmes periféricos

Cena do filme “Um direito de sonhar”.

Crédito: divulgação

Até domingo, dia 20 de fevereiro, está rolando o 15º Festival Visões Periféricas, o primeiro a dedicar sua curadoria a filmes sobre a diversidade cultural das periferias brasileiras. 

Nesta edição comemorativa de 15 anos, o evento acontece de forma híbrida. Todas as mostras podem ser assistidas online no site e há algumas com exibições em salas de cinema no Rio de Janeiro. 

Todas as mostras são competitivas com votação eleita por um júri técnico e pela opinião do público. Há, ainda, debates, MasterClass e outras programações nas redes sociais do Festival. 

Pastoras do Rosário

filmes-perifericos

Pastoras do Rosário.

Crédito: Cassandra Mello

Outra opção de filme para apreciar em casa é lançamento do documentário “Da Nebulosa ao Brilho”  que retrata o grupo musical Pastoras do Rosário, formado por oito mulheres negras que integram a Comunidade do Rosário dos Homens Pretos da Penha (SP).

Com direção de Cassandra Melo e Renato Gama, o curta-metragem mostra mulheres com caminhos distintos, mas com muitas afinidades, contando traços de suas vidas, nascimento, antepassados e como escreveram suas próprias histórias ao longo do tempo.

O filme fica disponível a partir de sexta-feira na plataforma do Sesc Digital, e, para celebrar o lançamento, A Pastoras do Rosário se apresentam no sábado, dia 19, às 15h, no Sesc Itaquera, com participações de Fabiana Cozza, Izzy Gordon, Isabel Fillardis e Alldry Eloise. 

Resiste Quebrada

filmes-perifericos-

Filhas de Elza.

Crédito: divulgação

Também em Itaquera, zona leste de São Paulo, rola neste fim de semana o festival Resiste Quebrada – Das Ruínas à Construção, festival de multilinguagens artísticas que tem como objetivo utilizar a arte como instrumento de sensibilização e reflexão sobre a nossa condição social.

O festival acontece nos dias 19 e 20 de fevereiro, a partir das 14h na Okupação Cultural Coragem, na Cohab José Bonifácio. Haverá rodas de conversa, atividades literárias e apresentações musicais de Filhas de Elza, BFR – Baseado em Fatos Reais, dentre outros. 

Fim da Tranca

filmes-periférico

CiA dXs TeRrOrisTaS,.

Crédito: divulgação

Já na zona sul, acontece no sábado um sarau de encerramento do projeto Fim da Tranca: a voz do egresso da Rede de Proteção e Resistência Contra o Genocídio, que discutiu ao longo de um ano o desencarceramento da população negra.

O sarau Fim da Tranca celebra o aprendizado desenvolvido no projeto com apresentações artísticas de CiA dXs TeRrOrisTaS, Slam do  13, Fino du Rap, dentre outros. O evento acontece na sede da Associação Bloco do Beco, no Jardim Ibirapuera. 


Para o Nós seguir produzindo conteúdo independente e de qualidade, precisamos da sua ajuda. Acesse nossa campanha de financiamento no Catarse e veja como contribuir a partir de R$ 10

 

Temas:

Sobre a autora:

Lívia Lima

Jornalista, mestre em Estudos Culturais e moradora de Artur Alvim, zona leste de São Paulo.