raquelNa próxima sexta-feira (19), o livro “Sagrado Sopro – Do solo que eu renasço”, da escritora Raquel Almeida, co-fundadora do Coletivo Literário Sarau Elo da Corrente, será lançado na Funarte, a partir das 19h.
Mulher, negra e mãe, Raquel Almeida insere-se no grupo de mulheres protagonistas de suas histórias. Ela acompanha a cena da literatura periférica desde 2007, quando o coletivo também foi criado. Entre suas referências estão Miriam Alves, Carolina Maria de Jesus, Clarice Lispector, poetas do samba e do rap, além de Malcolm X, Ângela Davis, e sua avó Adélia.
“Nós arrombamos a porta e estamos colocando os trabalhos na rua. Fazendo e falando a poesia negra. Neste ano tivemos lançamentos lindos de mulheres como Jennifer Nascimento e Débora Garcia. Vejo que estamos nos empoderando cada vez mais e sinto orgulho de fazer parte desta geração literária de mulheres”, diz.
O lançamento do livro será realizado no saguão da Fundação Palmares (Minc), na Alameda Nothmann, 1058 – Sta Cecilia (Funarte).
Serviço:
Lançamento do livro “Sagrado Sopro – Do solo que eu renasço”
Quando: 19/12/2014 (sexta-feira) às 19h
Onde: Funarte – Saguão da Fundação Palmares (Minc)
Endereço: Alameda Nothmann, 1058 – Sta Cecilia
Quanto: na faixa
10801888_781920748547750_101987580942913362_n