Nesta semana, Nós indicamos algumas dicas culturais que trazem lazer e também reflexões importantes.

Com livros, filmes e oficinas, é possível tirar um lazer, mas também refletir sobre diferentes condições e experiências sociais.

Quem topa?!

Cine Aids

Wellen Santana, artista que estará no Cine Aids.

Crédito: Cine Aids

Insurgências PositHIVas: Cine Aid$ é uma atividade desenvolvida pela coletiva Loka de Efavirenz que conta com a exibição de obras cinematográficas produzidas por pessoas vivendo com HIV/AIDS seguida de debate e de uma atividade de expressão corporal.

O evento acontecerá em São Paulo no sábado, dia 19 de março, entre 15h e 17h, no Espaço Cultural Periferia Preta, localizado no bairro do Sapopemba, zona leste da cidade. 

A curadoria do programa de curta-metragens que será exibido é do coletivo estadunidense Visual AIDS. A atividade traz com exclusividade pela segunda vez ao Brasil um programa de sete filmes que destacam o ativismo pioneiro da aids e diálogos entre gerações, considerando a urgência contínua do HIV/AIDS, enquanto revisita suas narrativas culturais ressonantes das últimas três décadas.

O Espaço Periferia Preta fica na Avenida Sapopemba, 11426 (bem em frente à Estação Sapopemba do monotrilho).

Cabelos de algodão

Wynne Carvalho, jornalista autora do livro.

Crédito: divulgação

Qual pessoa negra nunca escutou alguém se referir aos seus cabelos como “cabelo duro”? É esse termo que movimenta a história de Dada, uma criança que, na escola, escuta pela primeira vez a forma pejorativa de se referir aos seus cabelos. 

O livro “A menina dos cabelos de algodão” é o primeiro livro infantil da jornalista baiana Wynne Carvalho, 26, que venceu um concurso da editora Uirapuru, pela qual lança a publicação. 

Com nomes africanos, os personagens carregam traços pensados com muito carinho e cuidado para gerar identificação nas crianças. O objetivo do livro é falar sobre auto amor, autoestima e representatividade de forma leve e dinâmica. É possível adquirir a obra pelo site da editora

Corpas

Dicas de livros e filmes que botam a nossa cabeça para pensar

Episódio 1 – Filhas da dita.

Neste sábado, dia 19 de março, o Núcleo Teatral Filhas da Dita, coletivo da Cidade Tiradentes (SP), disponibiliza o segundo episódio da websérie Corpas

Corpas é um experimento cênico audiovisual de textos autorais, aborda a experiência da presença de corpas dissidentes na sociedade e suas tecnologias. O primeiro episódio já está disponível e as transmissões acontecem na página do grupo no Facebook

Encruzilhada

A primeira atividade será com a escritora Daise Lima.

Crédito: divulgação

Neste sábado também o coletivo Encruza Estrela Dalva de Campinas (SP) dá início ao projeto Encruzilhada Estrela Dalva e outras ações editoriais, literárias e poéticas, todas focadas no protagonismo, acesso e oportunidade, visibilidade e reconhecimento das mulheres negras, pretas e pardas, de todas as idades, experiências de vida.

A primeira atividade será com a escritora Daise Lima e ao longo do ano acontecerão ações com Lubi Prates, Luz Ribeiro, dentre outras. As atividades são gratuitas e online para participar é necessário se inscrever pelos formulários que o coletivo vai divulgar nas redes sociais


Para o Nós seguir produzindo conteúdo independente e de qualidade, precisamos da sua ajuda. Acesse nossa campanha de financiamento no Catarse e veja como contribuir a partir de R$ 10

Temas:

Sobre a autora:

Lívia Lima

Jornalista, mestre em Estudos Culturais e moradora de Artur Alvim, zona leste de São Paulo.