O debate em torno da presença feminina e sua contribuição para o grafite nacional marcam a 12ª edição do Dia do Grafite na Ação Educativa. Organização que atua há 20 anos com promoção e difusão da arte urbana e marginal reúne artistas e ativistas de toda região metropolitana de São Paulo nesta já tradicional atividade que integra a programação desta celebração na cidade.

Crédito: divulgação

Arte de Tikka Meszaros.


 
Realizada nesta quarta-feira (25), a partir das 19h, a abertura contará com o lançamento do portal “27 de março: Dia do Grafite”. Além do lançamento, fazem parte da programação shows de rap com Mano Money, Les Queens, Odisséia das Flores e Ética de Rua. Além da exposição de 19 obras em telas e outros suportes.
Como em todos os anos, as paredes e murais da entrada da sede da Ação Educativa recebem novas cores e imagens. Durante o encontro, serão realizadas algumas intervenções colaborativas.
A homenageada deste ano é a grafiteira Tikka, que por meio de sua obra e atuação representa a transgressão comum a esta arte e também aos desafios enfrentados pelas inúmeras artistas urbanas.
Com atuação na cena cultural paulistana há 11 anos, Tikka Meszaros é conhecida pela sua produção de bonecas que rompem o cotidiano cinza da cidade com seus olhares misteriosos. Sua capacidade de articulação viabilizou o trabalho de outras artistas, fortalecendo redes de grafiteiras, que passaram a ocupar lugares de destaque na arte urbana nacional.
Anote o endereço:  Rua General Jardim, 660 – Vila Buarque