Na jornada para entrar no Ensino Superior, os cursinhos populares podem ser aliados de sujeitos periféricos. Iniciativas presentes em todo o país oferecem aulas gratuitas de preparação para vestibulares, como o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), a fim de democratizar o acesso à educação. 

Entre os projetos desse tipo está a Uneafro (União de Núcleos de Educação Popular para Negros e Classe Trabalhadora), que conta com 39 núcleos de cursinhos comunitários em periferias de São Paulo e do Rio de Janeiro. “O impacto dos cursinhos populares é inegável”, diz a entidade em nota.

“Foram entidades como a Uneafro que possibilitaram à juventude negra, historicamente excluída das universidades, adentrarem a estes espaços com senso crítico, postura política de vanguarda, compromisso com seu grupo social. É esta juventude negra que, mesmo diante de uma conjuntura extremamente conservadora, segue comprometida com a construção de uma sociedade dentro dos marcos civilizatórios”, afirma a organização. 

O Nós, mulheres da periferia selecionou dez cursinhos pré-vestibular em diferentes estados. Confira!  

 

São Paulo 

Cursinho Carolina de Jesus (@cursinhocarolina)

Quem está na zona sul da cidade de São Paulo pode procurar pelo Cursinho Carolina de Jesus. O projeto luta pela democratização do acesso ao Ensino Superior e por uma educação gratuita e de qualidade. Geridas por voluntários, as aulas acontecem aos sábados. 

Cursinho Popular Laudelina de Campos (@cursinholaudelinadecampos)

Com foco maior na preparação para a prova do Enem, o Cursinho Popular Laudelina de Campos trabalha com uma educação potencialmente emancipadora, crítica e transformadora. As aulas acontecem no Alto do Ipiranga, em São Paulo. 

Cursinho Popular Ubuntu (@educaubunt)

Atuante nas periferias da zona sul da cidade de São Paulo e de Itapecerica da Serra, a Rede Ubuntu de Educação Popular surgiu da necessidade de um ensino público básico de qualidade. Atualmente conta com cinco cursinhos pré-vestibular: Cursinho Popular Alan Soares, Dona Edite, Dona Expedita, Guarani e Santo Dias. 

Rio de Janeiro

Pré-Vest Marielle Franco (@prevestmariellefranco)

O Pré-Vest Marielle Franco está localizado no Morro da Providência, região central da cidade do Rio de Janeiro. O objetivo é contribuir para a qualificação de estudantes de baixa renda. Além das aulas, o espaço também oferece atividades artísticas e culturais. 

Curso Pré-vestibular do CEASM (@cpvceasmmare)

Localizado na Maré, Rio de Janeiro, o Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré (CEASM) oferece um curso pré-vestibular ministrado pelos próprios educadores do coletivo. Temas como direito à cidade e diversidade étnica fazem parte das aulas. O curso atende cerca de 170 a 200 estudantes por ano. 

Minas Gerais

Cursinho Popular Edson Luís (@cursinhoufsj)

Criado em 2014, o Cursinho Popular Edson Luís fica na cidade de São João del Rei, em Minas Gerais. O curso é ligado a UFSJ (Universidade Federal de São João del-Rei) e usa a metodologia de educação de Paulo Freire. 

Bahia

Pré-vestibular Biko (@icstevebiko)

Entre as iniciativas do Instituto Cultural Steve Biko está um curso pré-vestibular destinado a jovens negros e de baixa renda. Além das disciplinas necessárias para prestar os vestibulares, o curso oferece a matéria CCN (Cidadania e Consciência Negra). Mais de cinco mil estudantes já passaram pelo projeto. Está localizado em Salvador, Bahia. 

Ceará 

Curso XII de Maio (@siga12demaio)

Com mais de 20 anos de atuação, o Curso XII de Maio está localizado em Fortaleza e prepara estudantes para processos seletivos das universidades públicas do Ceará. Com aulas noturnas de segunda à sexta-feira, o curso é voltado a estudantes vindos de escolas públicas. 

Rio Grande do Sul 

Cursinho Popular Afirmação (@cursinhoafirmacao)

Localizado em Porto Alegre, o Cursinho Popular Afirmação é formado por professores voluntários e faz parte da Rede Podemos +, que reúne cursinhos em todo país.

Online

Projeto Bitita Emancipa (@emancipabitita)

A última dica é de um cursinho online voltado para estudantes imigrantes ou em situação de refúgio em todo o Brasil. Além do curso pré-universitário, o Projeto Bitita Emancipa também oferece aulas de português. A iniciativa faz parte da Rede Emancipa, que conta com cursinhos em periferias de São Paulo e também nos estados Ceará e Paraná. 



Para o Nós seguir produzindo conteúdo independente e de qualidade, precisamos da sua ajuda. Acesse nossa campanha de financiamento no Catarse e veja como contribuir a partir de R$ 10