O II Congresso de Escritores da Periferia de São Paulo, iniciativa criada em 2014 pelo coletivo de comunicação Desenrola E Não Me Enrola, chega a sua segunda edição com o objetivo de destacar temas que estão em evidência na literatura periférica.
Entre as temáticas que serão discutidas no evento, está o debate sobre Identidade Cultural e Literatura Feminista, que será mediado pela articuladora cultural Anabela Gonçalves e debatido pela escritora Tula Pilar, Lids Sikeleli, criadora do Sarau da Ademar, Jéssica Angelin, articuladora do Sarau das Mina e Mayara Silva, estudante de direito e integrante do Coletivo Poetas do Tiete.
Para Thais Siqueira, jornalista e uma das organizadoras do evento, esse debate vai difundir o  trabalho realizado pelos coletivos e escritoras feministas. “Cada mulher que vai participar desta mesa desenvolve um projeto que impacta diretamente a vida de outras mulheres, seja por meio de suas poesias, um livro, músicas ou de intervenções artísticas que elas promovem nos saraus e isso precisa ser destacado, pois a força transformadora delas é muito forte”.
Leia mais: A mulher na literatura periférica é tema de debate no Jardim São Luís
Com a repercussão do evento no ano passado, a organização estima que neste ano cerca de 500 pessoas visitem o congresso, que contará também com pocket shows, intervenções artísticas e uma feira de livros que dará ênfase as obras publicadas por escritores da periferia de São Paulo e de cidades vizinhas.

1ª Edição do Congresso de Escritores Periféricos, em 2014.

1ª Edição do Congresso de Escritores Periféricos, em 2014.


 
Para inserir o tema como uma das mesas de debate do Congresso, o Coletivo pesquisou a fundo o trabalho que vem sendo construído na literatura feminista da periferia. “Nós temos visto um movimento literário forte e organizado por mulheres que estão empoderando e transformando a forma de pensar de outras mulheres da periferia e isso já se tornou um movimento social marcante na história de São Paulo”, conclui.
Além da Literatura Feminista, o Congresso terá as seguintes mesas de debate: Escritores e o Empreendedorismo Cultural; Rap e Literatura; e A importância de políticas públicas para a Literatura. O evento acontece no dia 7 de novembro na Fábrica de Cultura do Jardim São Luis, bairro localizado na zona sul da cidade.
2° Congresso de Escritores da Periferia de São Paulo
Data: 07 de Novembro
Local: Fábricas de Cultura do Jardim São Luiz
Endereço: R. Antônio Ramos Rosa, 651 – Jardim São Luís, São Paulo – SP, 05822-010
Horário: 13h00 as 20h00.
 
Entrada Gratuita

Sobre a autora:

Lívia Lima

Jornalista, mestre em Estudos Culturais e moradora de Artur Alvim, zona leste de São Paulo.