Em ano eleitoral, existem muitos questionamentos sobre a forma de fazer política e a melhor maneira de converter recursos em ações efetivas. É com esse objetivo que a série “Política: Modo de Fazer” mostra iniciativas nas periferias do Brasil, que, de alguma maneira, se convertem em ações políticas que buscam diminuir as desigualdades existentes no país, a partir dos próprios territórios. O Nós, mulheres da periferia foi escolhido como uma dessas iniciativas apresentadas, cujo episódio vai ao ar neste sábado (21), às 19h, na GloboNews.

O Nós, mulheres da periferia será uma das iniciativas apresentadas no quarto e último episódio.

Crédito: Divulgação. Arte Regy Silva

“Essa série é muito desafiadora, não só pelo momento que vivemos no mundo, mas porque traz um outro conceito sobre fazer política. É uma possibilidade de olharmos a política que é feita no cotidiano, quando cada um resolve movimentar seu bairro, sua comunidade, seu aglomerado, sua quebrada, sua favela. Essa pesquisa do Instituto Update nos revelou um Brasil que nem sempre a gente percebe”, explica Yasmin Thayná.

Para a integrante do coletivo Regiany Silva, o fazer política tem a ver com fazer ações que impactem e envolvam as pessoas ao redor e que a inovação está em se perceber nesse lugar e “entender que o que a gente faz, não só o Nós, mas vários outros grupos dentro da periferia, também é política”, destacou.

O projeto é fruto da pesquisa “Emergência Política Periferias”, do Instituto Update, que mapeou 100 ações em cinco regiões metropolitanas do país: Belo Horizonte, Brasília, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. Seis foram mostradas na serie que contém quatro episódios, com direção da cineasta Yasmin Thayná e de Cristina Aragão, supervisora de programas da GloboNews.

Temas:

Local da notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *