Resgatar a ancestralidade da mulher negra. Esse é um dos objetivos do Festival da Mulher Negra, Latino Americana e Caribenha, que acontece de 25 a 30 de julho, e que, neste ano, homenageia a Rainha Nzinga Mbandi Ngola, líder da resistência angolana contra a invasão portuguesa. A programação tem início na segunda-feira (25/7), no Centro de Referência e Promoção da Igualdade Racial, localizado na Vila Maria e segue no Centro Cultural da Juventude (CCJ), na Vila Nova Cachoeirinha, até sábado (30/7). Haverá programação de sarau também na Biblioteca José Mauro de Vasconcelos, no bairro Edu Chaves. Confira abaixo a programação completa.

“Nzinga atuou principalmente na negociação de devolução de territórios ocupados e na resistência contra a ocupação de outros espaços no interior de seu país. Ela foi responsável, ainda, por ordenar a morte de líderes que se submeteram aos portugueses, o que incluiu até seu irmão. Lutou durante anos ao lado dos guerreiros mais temidos de África, os Jargas, organizando e comandando quilombos africanos. Nada de recato, muito de luta e de beleza”, cita a descrição do evento no Facebook.

Para trazer essa história de lutas e comemorar o Dia da Mulher Negra, Latino Americana e Caribenha, o CCJ traz uma semana inteira de atividades que irão destacar a luta, produção intelectual e artística de mulheres negras. Confira abaixo. A programação é livre e aberta para todos os públicos.

Dentre as afroempreendedoras confirmadas, estão Kintê Acessórios, Aso Oge Arte em Tecido, Ina Livros, Ateliê Casa Cleo, ATOA Cria , Cria Criôla, Artesanatos Abayomi, Isabel Cristina Nunes, Raiz Ubuntu, Agbara, Neide Salles -Roupas e Acessórios, Da Lama Studio, AnaZoe Produtos Artesanais e Renabe’s Artes. 

Crédito: gerarditonto-art / Flickr

Crédito: gerarditonto-art / Flickr

Anota aí

Onde? Centro de Referência e Promoção da Igualdade Racial
Endereço: Travessa fernão martins costa, 105 – Vila Maria Alta
Quando? 25/07 – Terça
Que horas e o quê? 19h| Cine Debate com o filme “As Mucamas” – Coletivo Nós, Madalenas

Onde? Centro Cultural da Juventude
Endereço: Av. Deputado Emílio Carlos, 3641 – Cachoeirinha
Quando? 26/07 – Terça
17h| Abertura Exposição “Lélia Gonzales”
18h| Abertura Exposição Fotográfica “Mulheres Negras Cotidianamente” – Kátia Reis
18:30| Perfomance artística Eu, Ancestral, buscando…. com Rita Teles
19H| Roda de Conversa: Ancestralidade e Narrativas de Mulheres de Fé – Nega Duda, Paula Kristina Costa, Sandra Heraclia.
21| Poket Show: Thabata Luz

27/07 – Quarta
14h| Estética Política e Poder – Personal Hair Yaisa Alves
18h| Performance Artística Ana Musidora
19h| Roda de Conversa: A Década Internacional dos Afro Descendentes – Rodney Jerico e Gabriela Valim

28/07 – Quinta
14h| Vivência Culinária Afro Latina – Laure
18h| Performance Kalunga – Ana Beatriz Almeida
19h| Roda de Conversa Mulheres Trans – Thais Azevedo ( Centro de Referência e Defesa da Diversidade), Danna Lisboa e Raquel Virgínia ( As Bahias e a Cozinha Mineira)

29/07 – Sexta
14h| Oficina: Sagrado Feminino – Vijaia Prem
17h| Histórias da Ilha – Suzana Vieira, coletivo Negrxs, Dandara Gomes – GAPP, Dina Alvez – Luta Antimanicomial
18:30| Performance artística – Malu Avelar
19h| Roda de Conversa: Feminismo Negro – Djamila Ribeiro, Raquel Almeida do Sarau Elo da Corrente e Bergman de Paula
21h| Sarau Pretas Peri

30/07 – Sábado
10h| Feira de Afroempreendedoras
10h| Contação de Histórias – Luana Maria
12h| Desfile de Moda – Designer Maria do Carmo- “Estética da Mulher Negra”
14h| Roda de Conversa: Experiência das Mulheres Negras na Contemporaneidade – Jussara Martins e Maria Sylvia

Onde? Biblioteca José Mauro de Vasconcelos:
Endereço: Praça Comandante Eduardo de Oliveira, 100 – Parque Edu Chaves
Quando? 30/07 – Sábado
O quê? 15h| Sarau no Meio do Mundo e Sarau das Prê

Leia também