“Filha, vai enganando o estômago com esse pacote de bolacha, que a mãe já está terminando a faxina. Em casa eu te dou almoço, porque aqui a patroa não deixa comer nada e a mãe na correria esqueceu de trazer marmita pra nós”

Foi com este tipo de depoimento que a página “Eu, empregada doméstica” ganhou força no ano passado. Criado pela professora de história e rapper Joyce Fernandes a plataforma reúne depoimentos de abuso envolvendo empregadas domésticas de todo o Brasil. No dia 2 de abril, às 15h, em Cubatão, o projeto lançará “Guia de direitos das Trabalhadoras Domésticas.

17358857_1307048726008533_7337390376090050466_o

O material foi criado e elaborado em parceria com o coletivo Comuna Deusa e o Observatória dos Direitos e Cidadania da Mulher  e o objetivo é ressaltar a importância dos direitos e também de reunir as trabalhadoras domésticas para conversas e debates sobre situações ocorrentes em seus empregos e o cenário atual do mercado de trabalho.

O lançamento ocorre no Sindilimpeza – Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação da Baixada Santista, em Cubatão ( Fernando Costa 383 – Vila Paulista).  Oficinas temáticas, apresentações artísticas, terapias integrativas, contação de histórias, auto-cuidado e bazar de roupas integram a programação.

Clique aqui para confirmar presença no evento no Facebook e saber as novidades.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *