Se antes da quarentena a sobrecarga de trabalho e cuidados com o lar tinham rosto feminino, essa realidade assume camadas ainda mais densas com o distanciamento social. O autocuidado com o corpo e a mente por parte dessas mulheres neste momento de isolamento podem estar mais difícil.

Para contribuir com a diminuição da falta de tempo para o autocuidado, potencializado por esse período de incertezas trazidas por conta da pandemia, a fotógrafa Maria Ribeiro, 34, está promovendo ensaios fotográficos à distância para mulheres.

Quer fazer o seu  e dar aquela revigorada na autoestima e não sabe como? Maria Ribeiro está com uma campanha: a cada mulher que reservar uma sessão de fotos, um ensaio será doado pela fotógrafa a outro mulher que não tenha condições de bancar.

As mulheres que quiserem ganhar a sessão de fotos deverão fazer um post marcando @mariaribeiro_photo com a hashtag #pelatelapelajanela, assim, elas serão chamadas de acordo com a quantidade de vagas abertas. Corre que essa campanha vale até o dia 18 de julho. Para saber mais, acesse o Instagram de @mariaribeiro_photo ou o site www.mariaribeiro.me

 

Ver essa foto no Instagram

 

O que é fotografar?? . . Essa é uma das fotas que mais amei do ensaio à distância de ontem. Nem preciso, mas já tou dizendo aqui de novo, o quanto tou amando essa experiência 🌸 . . Ela vem trazendo tantas dinâmicas novas que ando brisando muito. À distância não existe mais: fotografei uma mulher em NY e uma em São Paulo essa semana. Não faz mais nenhuma diferença. Pensa que louco que não é isso! . . E tudo isso faz com que a gente realmente repense o que faz uma fotografia. Com tantas limitações como agora ainda conseguimos criar as nossas imagens. Eu faria exatamente assim se estivesse lá? Talvez não. Mas isso faz com que novas criações aconteçam, e esse processo que tem uma interferência das circunstâncias cria algo que vc não criaria sozinha. . . Enfim, tou aqui divagando pra dizer que tou apaixonada por esses ensaios. Quer ser fotografada por mim? Link na bio! 💜 . . #pelatelapelajanela #mulheresdeverdade #mulheresreais #semphotoshop #mulheressemphotoshop

Uma publicação compartilhada por Maria Ribeiro (@mariaribeiro_photo) em

Autocuidado em tempos de pandemia

Maria conta que, com a iniciativa, ela deseja contornar o distanciamento social com outras formas de descoberta do corpo utilizando a fotografia. “Poder continuar fotografando mulheres durante o isolamento está sendo um caminho de descobertas”, revela Mara Ribeira que reconhece o formato como um novo mundo de possibilidades.

“Conseguir esse momento de respiro para nos celebrar, celebrar nossos corpos e nossas existências nesta pandemia é um ato de resistência. A gente se amar nesse momento é poderoso, porque quando nos cuidamos nos fortalecemos e temos mais energia pra lidar com todo o medo, o ódio, o fascismo e as dificuldades desse período”, afirma.

A cofundadora do Nós, mulheres da periferia, Semayat Oliveira, fez o ensaio e contou a experiência em seu perfil no instagram. “Foi o mais diferente de tudo que tem acontecido nesse meu canto-trabalho-eu mesma. Obrigada, viu, Maria. Tenho tentado ouvir meu corpo com mais atenção, exercitar mesclando força e cuidado”.

Maria Ribeiro já fotografou outras integrantes do Nós para o livro “Nós, madalenas – uma palavra pelo feminismo”.

Temas:

Local da notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *