Há três anos fomentando o trabalho de coletivos e autores independentes que produzem literatura a partir das periferias de São Paulo, a Feira Literária da Zona Sul (FELIZS) chega a sua quarta edição valorizando experiências de educação que aproximam estudantes do universo do livro e da leitura.

Não por acaso, a educadora e moradora do Campo Limpo, Eda Luis, reconhecida pela Unesco em 2016 por criar o CIEJA – Centro de Educação de Jovens e Adultos –  Campo Limpo, uma escola modelo de educação para jovens e adultos, é a homenageada na quarta edição do evento, que vai percorrer de 10 a 22 de setembro espaços de cultura e educação na zona sul de São Paulo, com atividades gratuitas e abertas ao público.

“Além de reconhecer o legado que a dona Eda representa para o Campo Limpo, esta homenagem também é uma forma de apresentar para o público que não a conhece, a importância do seu trabalho na educação”, ressalta Silvia Tavares, coordenadora pedagógica da EMEI – Escola de Educação Infantil – Chácara Sonho Azul, que há dois anos assumiu o papel de produtora cultural da FELIZS, para levar para dentro da feira literária experiências práticas que mesclam educação e literatura.

Assista ao vídeo com a trajetória da educadora Eda Luis,

A FELIZS é uma iniciativa de produtores culturais e artistas que fazem parte do Sarau do Binho, um dos movimentos artísticos percussores da cultura dos saraus na zona sul da cidade.

“Nós queremos mostrar para a cidade o quanto se produz de arte e cultura nos distritos do Campo Limpo, Capão Redondo, Jardim Ângela e Jardim São Luis, territórios que são potências em produção literária em São Paulo”, afirma Diane Padial, enfatizando o nome dos territórios que serão contemplados com atividades da feira literária.

Com o tema “De Onde Você Vem?”, a FELIZS se propõe a conectar autores, selos independentes, coletivos literários e agentes culturais das periferias de São Paulo e de outros estados brasileiros, uma característica que já se tornou tradição do evento. “Estamos provocando o encontro entre autores de territórios periféricos com autores de outras regiões do Brasil, para mostrar ao público presente no evento as diferentes possibilidades e motivações que cada agente cultural possui para produzir uma poesia, um livro, um fanzine, uma antologia ou um grupo de leitura”, diz Padial.

Além de homenagear a educadora Eda Luis, a FELIZS estabelece anualmente uma parceria com a Diretoria Regional de Ensino – DRE Campo Limpo e a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, para oferecer a professores da rede pública municipal oportunidades de formação, por meio de diversas oficinas ministradas por autores, que também desenvolvem atividades de arte-educação dentro e fora das periferias.

Confira aqui a programação completa.

 

FELIZS, Feira Literária da Zona Sul

Seg 10/09/2018 às 15:00 até Sáb 22/09/2018

Vários espaços

Observações: Consulte a programação completa no site

Mais informações: http://www.felizs.com.br/programao-2018/

As informações acima são de responsabilidade do organizador do evento e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Temas:

Local da notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *