“O cabelo crespo é a coroa da mulher negra”

A partir de um processo de reconhecimento e identidade, a escritora Débora Garcia estruturou o seu primeiro livro