Com o objetivo de entender a formação dos territórios periféricos a partir de estudiosos oriundos das bordas da cidade, a UniDiversidade de Saberes realiza nesta quarta-feira (5) o encontro “Latências e potências, territórios e territorialidades periféricas: uma outra cidade possível”, na Comunidade Cultural Quilombaque, em Perus, região noroeste de São Paulo, a partir das 19h.

bairro de Cidade Tiradentes visto do Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes/ crédito: Programa Jovens Urbanos

bairro de Cidade Tiradentes visto do Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes/ crédito: Programa Jovens Urbanos

O bate-papo formativo contará com a presença de Silvinha Lopes, moradora da zona leste, mestre e doutora em Geografia Humana pela USP e Tiaraju Pablo, morador da zona leste, músico, ativista cultural, graduado em Ciências Sociais e mestre em Sociologia Urbana pela USP.

” Há décadas as periferias são estudadas por cientistas sociais, historiadores, geógrafos e políticos. São promovidos muitos encontros, seminários e discussões sobre periferias, no entanto, estas discussões muitas vezes são organizadas em regiões centrais e tendem a usar a periferia como objeto de estudo, deixando pouco ou nenhum protagonismo para sujeitos dessa realidade, ou seja, moradores das periferias”, aponta a organização da UniDiversidade, que vem realizando encontros semanais em bairros periféricos das quatro regiões da cidade, no intuito de envolver a população periférica nas discussões e decisões políticas que ocorrem na capital paulista.

UniDiversidade de Saberes
Roda de Conversa: Latências e Potências. Territórios e Territorialidades Periféricas: Uma outra cidade Possível.
Local: Comunidade Cultural Quilombaque
 Data: 05/07
Horário: 19h
Endereço: Travessa Cambaratiba, nº 05 – Ao lado da Estação Perus da CPTM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *